Programação

A terceira edição da Bienal Brasil do Livro e da Leitura vai tratar das questões mais latentes do debate contemporâneo. O deslocamento de populações e a tragédia dos refugiados, intolerância, afetividade, gênero, meio ambiente, vida urbana, as tecnologias digitais e vários outros assuntos serão tema de mesas de debate, seminários, palestras, lançamentos de livros, que contarão com a participação de 150 escritores nacionais e estrangeiros convidados. A Bienal promoverá 100 sessões de autógrafos e lançamentos de livros, 80 sessões de contação de histórias, 40 apresentações teatrais, além de 10 shows musicais de artistas nacionais e do Distrito Federal. Na curadoria, os escritores Hamilton Pereira, José Rezende e Nicolas Behr, a tradutora Lídia Luther e o diretor da Bienal, Nilson Rodrigues.

Seminários e Mesas:

1 – Deslocamentos: Geopolítica, Cultura, Etnia, Economia e Religião.

– A Europa e a tragédia dos refugiados;

– Fronteiras políticas, econômicas e desigualdades no mundo globalizado;

– Cultura, etnia e religião: Intolerância e conflitos políticos no mundo contemporâneo;

– Identidade, território e afirmação das nações indígenas latino – americanas

 

2 – Novas Tecnologias e os efeitos na cultura, economia e vida cotidiana.

– Informação, ética e comportamento nas redes sociais;

– O declínio das mídias tradicionais e novos espaços de informação e comunicação;

– Vozes dissonantes: liberdade e autoritarismo na internet;

– O mundo virtual e seu significado na história da humanidade

– Estado, democracia e controle da informação.

 

3 – Amor, afetividade e individualidade nos tempos modernos

– Relações afetivas, medos e neuroses;

– O amor em tempos de intolerância e individualismo

– Afirmação de gênero e novos modelos afetivos em sociedades democráticas;

– Tudo ao mesmo tempo agora: a vida afetiva nas redes sociais

– Lucia e o Sexo: Erotismo, Literatura e Cinema.

 

4 – Vida urbana – Novos espaços , novos caminhos

– A sociedade do descarte e a tragédia urbana

– Grandes metrópoles: exaustão humana e degradação do meio ambiente;

– Liberdade, solidão e indiferença nas grandes cidades ;

– A reinvenção das periferias: a percepção dos Direitos e a luta pela cidadania

 

Em breve a programação completa.